quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Os Segredos de Dan

Dan alimentava desejos secretos e buscava todos os dias uma cúmplice que o iniciasse naquilo que em suas
reflexões parecia-lhe um desvario total, mas que crescia dentro de si a cada dia, como algo latente, intransferível e inadiável.
Não por acaso Dan e Lia se conheceram numa tarde qualquer. Dizem que a vida também prega peças positivas nos corações solitário e isso é a mais pura verdade.
Ela era uma menina  excitante, bom papo, sabia como despertar nele seus desejos mais secretos e inconfessáveis até então, para talvez realiza-los.
Foi assim que ele confessou tudo que desejavamergulhou profundamente em seus devaneios e desejos férvidos adormecidos.
Ela extremamente excitada e realizada por te-lo encontrado. Embarcando sem volta naquele mundo até então desconhecido, embora delirantemente sonhdo nas noites vazias de amor e cheias de um tesão incontrolável. Ambos foram idealizando e materializando seus devaneios, perdidos na luxúria mais ardente, marcaram o que seria o primeiro de muitos encontros.
Em uma manhã de verão Lia colocou o vestido vermelho novo,próprio para a ocasião, saltos dignos.
Arrumou a bolsa com a lingerie e seus segredos...
Quando Dan a viu entrar no carro ficou extremamente excitado...lábios tocaram-se  selando desejos...
Tudo que havia era: o carro, dois pares de olhos que deixavam as almas trocarem segredos e juras entre sí...
Dentro do quarto, dois corpos abriam represas e foram tatuados com digitais ávidas e urgentes, o cheiro, a
pele, o toque, os devaneios, delírios, gozos aos extremos. Tudo era grandioso e único naquele momento. Dan sussurrava seu pedido, quase que como uma ordem...
--- Me possua, me entrego a você e meus desejos ardentes....
Dan entregou se aos seus desejos pela primeira vez. Lia o iniciava no mundo despudorado e secreto da inversão...vestiu-lhe uma  lingerie e brincou em seus segredos ainda virgens com um consolo que ele admirava com olhos brilhantes e famintos.
Penetrou sua alma, desvendou labirintos, brincou com sentidos, excitou, ordenou e por fim, suspirou.
Dan submisso e entregue,embebido por desejos e gozos deixou-se usar como se objeto fosse daquela mulher de taras incomuns. Delírios e gemidos tomaram conta do seu ser e de todo o ambiente, da pele emanava o aroma do prazer...Orgasmos duplos, beijos secredtos e inconcebíveis onde lábios sorviam mais e mais desejos. Suas mãos agarravam-se aos lençois e seu rosto demonstrava uma alegria singular. Ele fora possuido com gana, como sempre sonhou desde menino, desde aquela vez,...
Foi um dia divinamente excitante e revelador. Segredos, juras, domínio e submissão, luxúrias edevaneios...
Perderam-se no tempo, na vida e um no outro. Nada mais importava pois as almas se encontraram, os desejos se saciaram, novos rumos se iniciaram. Uma secreta loucura tomou conta dos dois.
Naquele dia Dan libertou os devaneios secretos que invadiam seus sonhos por toda uma vida e o acompanhavam dia após dia. Dan era um novo homem...Agora sim, sentia-se livre, realizado e acima de tudo apaixonado.

(Leitora do blog)

Espero que todos gostem do conto.

Obrigado Mia!

8 comentários:

  1. Obrigada por permitir que sua leitora escreva no seu espaço.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Brigadinhu grande amigo,estou liongeada...bjinhus

      Excluir
  3. Parabéns Mia Oliveira excelente o seu conto.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao In pela iniciativa e a Mia Oliveira pelo excelente conto. Esse blog é 1000!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gina, obrigado Mia,... suas colaborações engrandecem o Cantinho do (In).

      Excluir
  5. nossa, fiquei excitadíssimo lendo esse conto e desejando ser o Dan... hummmm, delicioso. bjus, Mia e parabéns!

    ResponderExcluir