domingo, 24 de fevereiro de 2013

I am


Sem rótulos,
sem baunilha,
sem pudores ou rumo
e fora de prumo.

Sem vergonha,
sem rodeios,
com medos;
E sem segredos.

Sem bússola,
sem bilhete,
sem legendas
a saborear as tuas fendas!

Com dizeres,
Sem futuro,
com minhas pressas
e sem promessas.

Este sou eu!

2 comentários:

  1. Que delicia a maneira de se definir rsrs

    ResponderExcluir
  2. Em meu sonho...

    em um plano qualquer
    de um dia qualquer
    numa hora qualquer
    em uma cama qualquer
    meu corpo junto ao seu
    é união perfeita
    Meu corpo se transforma
    em um saxofone em tuas mãos
    tua boca tomando-me
    com tanto desejo
    faz surgir de mim gemidos
    como a mais bela das melodias.

    um Bolero talvez?
    Sim...um Bolero de Ravel...

    Poeta,
    Se lhe touxerem versos e porque você tem a melodia.

    Não devo..não mereces..mas..AMO-TE

    ResponderExcluir