domingo, 17 de abril de 2011

Telas & Teclas











E eu me ponho a imaginar
se você existe,
ou se devaneio entre telas
e teclas.
As palavras que surgem,
que provém de você.
Soam feito uma silenciosa
música romântica.
Invade meu ser,
arranca um suspiro,
de súbito, me inspiro
e volto a viver.
Fração de segundos
que embora pareçam horas,
vão-se como a brisa.
Levam você, me tiram o doce.
Me trazem de volta
ao frio mundo onde não habitas.


"Exceto em meus sonhos mais
ousados"!

Um comentário:

  1. Me sinto exatamente assim nesse momento.

    smacks

    ResponderExcluir