terça-feira, 12 de abril de 2011

Surpreso


Surpresa é te ver surgir,
te ver sorrir;
Surpresa é poder te amar,
te saborear;
Surpresa é te ver sorver,
sem se conter;
Surpresa é este teu calor,
de fêmea em torpor.

Surpreso e embriagado,
perdido e achado
incorreto, e acertado,
eu quero:
Este teu favo melado!

3 comentários:

  1. Que delícia,
    inspiração pura ...

    Beijo,
    Luciana.

    ResponderExcluir
  2. Miauuuu!!!

    Nossa a cada dia você está mais inspirado! Fico zonza aqui com tantas poesias belas ;)

    Miaubeijos =^.^=

    ResponderExcluir