sábado, 15 de janeiro de 2011

Tortura-me

video



Ah, estas tuas lambidinhas,
tão safadas, tão certeiras.
Impregnadas de um tesão
desmedido.
Sem sentido!
Eu fico e a mercê,
assim, entregue à você;
Aguardando o inevitável.
Este tudo de bom;
Nesta pele eriçada;
Da fonte molhada
e um tudo a querer.
Que só você me faz atrever!

Nenhum comentário:

Postar um comentário